@anapaulavaladao e o #ForaMicarla

Posted on 15/07/2011

2


A líder do ministério de louvor Diante do Trono, Ana Paula Valadão, que grava na tarde de amanhã o 14o CD e DVD do grupo (Sol da Justiça) aqui em Natal, opinou sobre o #ForaMicarla na manhã de hoje, através do twitter:

Os meus poucos leitores sabem que sou evangélico.  E sabem mais ainda que apoiei e apoio o #ForaMicarla.  
Ao ler os tweets de Ana Paula Valadão, lembrei-me de diversos momentos dos relatos bíblicos – que fundamentam uma postura teológica um tanto distinta da que ela parece defender. Antes, porém, de prosseguir, era importante alguém dizer à Ana Paula que em nenhum momento, desde que brotou das redes sociais para as ruas, o movimento #ForaMicarla defendeu tumulto ou desordem.  Ao contrário, conseguiu vitórias democráticas fundamentais para a cidadania de Natal, como a CEI dos Contratos.
Entre os vários personagens bíblicos dos quais me lembrei, eu destaco, primeiro, Elias.  O profeta Elias aparece no Antigo Testamento sem história, família ou origem definida, a não ser geográfica.  Ele aparece como do nada em 1 Rs. 17 e tem a ousadia de confrontar o péssimo rei de seu tempo, Acabe, e sua esposa, Jezabel.  Pela sua postura de confrontação aos governantes tem a vida ameaçada.  O rei o acusa de perturbar a ordem de Israel (1 Rs. 18. 17), mas Elias sabe bem que quem pertuba o reino é o monarca e sua família (1 Rs. 18. 18).
Se vivesse em Natal ou se não andasse apenas ao lado da prefeita e seus aliados, como o vereador Albert Dickson (PP), de contratos suspeitíssimos com a prefeitura, Ana Paula Valadão saberia que hoje é a prefeita Micarla de Sousa quem perturba a ordem e causa tumulto na cidade – com sua péssima gestão incapaz de garantir os serviços básicos à população de Natal.
Poderia me lembrar de profetas como Jeremias, que perturbou tanto a ordem estabelecida pelos líderes do povo, em seu tempo, que foi condenado a ser jogado em uma cisterna, conforme relatado no capítulo 38 de seu livro.  O crime de Jeremias foi falar mal da cidade e de seus governantes.  
Parece que Micarla tem copiado os líderes dos dias de Jeremias.  Afinal, talvez seja por isso que as nossas ruas têm tantos buracos – como alguns nos quais passei (e bati) com meu carro sob a forte chuva desta tarde.  Ou seja, já que 88,7% da população da cidade está insatisfeita com ela e, provavelmente, fala mal dela, pode ser que a prefeita queira nos lançar todos em cisternas para morrermos de fome.
Profetas do Antigo Testamento tumultuaram a sociedade israelense.  Isaías, por exemplo, andou três anos nu (Is. 20. 3).  Ezequiel ficou 430 dias deitado de frente a um tijolo que representava Jerusalém (Ez. 4. 1 1-17).
Por fim, se olharmos a história de João Batista no Novo Testamento leremos o profeta chamando os líderes religiosos de seu tempo de raça de víboras (Mt. 3. 7).  E mesmo Jesus não poupa elogios a Herodes, xingando-o de raposa (Lc. 13. 32).
Diante disso, tenho a impressão que Ana Paula Valadão, antes do que disse no twitter pela manhã, precisava conhecer melhor a cidade em que gravará o Sol da Justiça.  Afinal, como disse a ela no twitter:
Protesto não é tumulto.  Desde que não gere confusão ou prejudique a gravação do CD/DVD, defendo um #QuemNaoPulaQuerMicarla amanhã na praia do Meio. 
Anúncios
Posted in: #ForaMicarla