Robinson e Rosalba caminham para ruptura

Posted on 21/10/2011

0



Da Tribuna do Norte

A demora para o retorno do vice-governador Robinson Faria (PSD) ao cargo de secretário estadual de Recursos Hídricos agravou a crise política no governo. Se não houver modanças nas próximas horas, a situação pode provocar o rompimento político entre o vice-governador e a governadora Rosalba Ciarlini. Robinson está conversando com correlegionários do PSD antes de oficializar uma decisão.
Nomeado para a secretaria no início da atual adminitração, Robinson se licenciou para assumir o cargo de governador, enquanto Rosalba estava missão oficial nos Estados Unidos. Ela voltou, reassumiu o mandato de governadora, mas até agora não assinou a nomeação para Robinson voltar ao cargo de secretário.

A relação polícia entre a governadora e vice ficou estremecida depois que quatro deputado estaduais – entre os quais o presidente da Assembleia, Ricardo Motta -, desistiram de ingressar no PSD. O governo teria estimulado essas desistências. Mais recentemente, em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, o senador José Agripino, presidente nacional do DEM, partido de Rosalba, acusou Robinson de tentar tutelar o governo e avisou que iria proibir alianças com o PSD nas eleições de 2012. Nesta semana, Robinson disse que a divergência na base aliada de Rosalba não é um assunto encerrado.

Antes de anunciar oficialmente o rompimento, o vice-governador tem procurado conversar com os deputados aliados. Mas, se não houver mudanças nas próximas horas, a situação ficará definitivamente insustentável.

Anúncios
Posted in: Sem categoria