Operação Sinal Fechado: Controlar participou de fraude à Lei Estadual no RN

Posted on 07/12/2011

0


O diretor-presidente da empresa Controlar, Harald Peter Zwetkoff, responsável pelo serviço de inspeção veicular em São Paulo, é um dos denunciados pela Operação Sinal Fechado. Zwetkoff colaborou com a organização criminosa potiguar na elaboração do texto da lei estadual 9.270/09, que estabeleceu a inspeção veicular no Rio Grande do Norte.  Além disso, através do lobista Alcides Barbosa, manteve a Controlar fora do mercado potiguar.  Evidentemente, para que isso se efetivasse, alguma vantagem deve-lhe ter sido prometida.
Zwetkoff deu orientação, por e-mail, a Alcides Barbosa, sobre os marcos necessários para a implantação do programa de inspeção veicular no RN e comenta acerca dos requisitos da lei que deveria ser sancionada para tanto.

Para além disso, a busca e apreensão encontrou, na casa de Alcides Barbosa, em São Paulo, cópia impressa de e-mail enviado por George Olímpio em 26 de janeiro de 2010.  O e-mail trata da negociação com a Controlar:

O edital estava pronto para ser publicado, dependendo exclusivamente da conversa que Alcides teria para fechar o acordo com a Controlar, em São Paulo.
Em conversa telefônica com a gerente de sua conta, em 14 de novembro, que já reproduzi aqui e aqui, comprova que o acordo havia sido já fechado com o governo Rosalba, Alcides deixa clara a participação da Controlar no negócio em Natal:


ALCIDES afirma que a “CONTROLAR” é parceira deles (“nossa parceira”) em tecnologia. ADRIANA, então, pergunta se esse “caso do Rio Grande do Norte” abrange todo o Estado

Além disso, na própria petição inicial, conforme eu postei aqui, havia fortes elementos ligando o esquema no RN à Controlar.

Anúncios
Posted in: Sem categoria