Operação Sinal Fechado em Alagoas e São Paulo: Uma organização de ação nacional

Posted on 11/12/2011

0


São Paulo

Sobre os braços paulistas da organização criminosa já escrevi aqui e aqui.
Harald Peter Zwetkoff, diretor-presidente da Controlar, é o responsável pelo serviço de inspeção veicular em São Paulo.  Denunciado pela Operação Sinal Fechado, Zwetkoff colaborou com a organização criminosa potiguar na elaboração do texto da lei estadual 9.270/09, que estabeleceu a inspeção veicular no Rio Grande do Norte, tendo ficado fora do mercado potiguar, com alguma vantagem deve-lhe ter sido prometida.
Zwetkoff deu orientação, por e-mail, a Alcides Barbosa, sobre os marcos necessários para a implantação do programa de inspeção veicular no RN e comenta acerca dos requisitos da lei que deveria ser sancionada para tanto.

Para além disso, a busca e apreensão encontrou, na casa de Alcides Barbosa, em São Paulo, cópia impressa de e-mail enviado por George Olímpio em 26 de janeiro de 2010.  O e-mail trata da negociação com a Controlar:

O edital da licitação estava pronto para ser publicado, dependendo exclusivamente da conversa que Alcides teria para fechar o acordo com a Controlar, em São Paulo.
Em conversa telefônica com a gerente de sua conta, em 14 de novembro, que já reproduzi aqui e aqui, comprova que o acordo havia sido já fechado com o governo Rosalba, Alcides deixa clara a participação da Controlar no negócio em Natal:


ALCIDES afirma que a “CONTROLAR” é parceira deles (“nossa parceira”) em tecnologia. ADRIANA, então, pergunta se esse “caso do Rio Grande do Norte” abrange todo o Estado

Alagoas


Em conversa telefônica captada em 11 de maio de 2011, Alcides Barbosa diz a Marco Aurélio que Alagoas está acertada com respeito à inspeção veicular:

Em outubro, uma nova conversa entre os dois mostra que a negociação com Alagoas avançou.  Através de um intermediário de Renan Calheiros, senador pelo PMDB.

Em Alagoas, a fraude estava bem próxima de uma nova operação semelhante à Natal.  Afinal, além de abrir o estado inteiro, o enviado de Renan garantiu que até a elaboração da lei estaria a cargo da organização criminosa.  Marco perguntou a Alcides se ele colocará George ou fará a ação em Alagoas sozinho.   Alcides diz que conversará com George questionando se ele quer ir fazer o negócio em Alagoas.  
Mais um estado governado pelo PSDB e com um esquema de fraude semelhante aos outros estados.
Anúncios
Posted in: Sem categoria